Blogger Subscription

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA - PRINCIPAIS ENTREGAS



Período: de Janeiro/2019 à Fevereiro/2022


INVESTIMENTOS CONTRATADOS

Nos últimos três anos, foram atraídos vultuosos investimentos que alavancam os setores de minas e energia. Foram contratados investimentos da ordem de R$ 684 bilhões no setor; R$ 624,5 bi de investimentos em petróleo e gás natural. Além disso, o setor ainda recebeu investimentos estrangeiros que somam quase R$ 190 bilhões.

EM ENERGIA ELÉTRICA

Estão previstos oito leilões para 2022, que devem gerar mais de 22 mil empregos. Além disso, o MME iniciará as obras do linhão que ligará eletricamente Manaus a Boa Vista e trabalhará na consolidação da capitalização da Eletrobras.

EM PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS

Em 2022, o MME buscará aumentar a concorrência no setor de refino de petróleo, o que pode baixar o valor dos combustíveis. Além disso, o MME avança nos estudos do Programa Combustível do Futuro, na regulação do hidrogênio e em novos projetos para aumento da produção de petróleo no Brasil.

EM MINERAÇÃO

As iniciativas no setor de mineração incluem o lançamento do Plano Nacional de Mineração 2050 e a criação do Conselho Nacional de Mineração. Ainda será dada continuidade aos leilões, com expectativa de mais de R$ 2 bilhões em investimentos.

NÚMEROS DOS INVESTIMENTOS PREVISTOS NOS SETORES DE ENERGIA E MINERAÇÃO


- Investimentos no setor de petróleo, gás e biocombustíveis: R$ 2,31 trilhões, até 2030;

- Investimentos no setor de energia elétrica: R$ 365 bilhões, até 2030;

- Investimentos no setor de mineração: R$ 198 bilhões, até 2025.

BALANÇO DO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA

Em 2021, mesmo diante das adversidades, o Ministério de Minas e Energia (MME) consolidou importantes políticas para a energia e a mineração do nosso País. Os resultados alcançados reafirmam que a Pasta continua focada no atendimento das demandas da sociedade brasileira.

O Brasil ocupa posições de destaque no setor de minas e energia mundial. Somos o sétimo maior produtor e exportador de petróleo, o segundo maior produtor e consumidor de biocombustíveis e o quarto maior mercado de combustíveis automotivos. Além disso, o Brasil é o segundo maior produtor de minério de ferro, o nono maior produtor mineral e o sétimo em geração eólica.

BALANÇO DA ENERGIA ELÉTRICA

O setor de eletricidade brasileiro está entre os sete com maior capacidade de geração de energia no mundo e o segundo em geração hidrelétrica. Desde 2019, já foram realizados 19 leilões, proporcionando R$ 59 bilhões em investimentos e a criação de 82 mil empregos.

Isso significa mais desenvolvimento e melhoria na prestação dos serviços, resultado do esforço do MME na construção de uma política pautada na previsibilidade, governança e amplo relacionamento com as instituições parceiras.

Além disso, graças às medidas adotadas pelo Governo Federal, foi possível passar pela pior escassez hídrica da história, garantindo o fornecimento de energia elétrica para a população, afastando os riscos de apagão.

BALANÇO DA MINERAÇÃO

O Brasil nunca teve um crescimento tão grande no setor de mineração. De 2019 até hoje, a arrecadação de impostos subiu 111%, chegando a R$ 9,5 bilhões. E as exportações minerais contabilizaram R$ 259 bilhões, representando 22% de todas as exportações brasileiras em 2021. O minério de ferro obteve o primeiro lugar no ranking, alcançando R$ 233 bilhões.

Com o aumento de 10% nos empregos diretos gerados só em 2021, conseguimos superar a marca dos 3 milhões de empregos diretos e indiretos promovidos pelo setor, no Brasil.

Foram realizados oito leilões de mineração, que possibilitarão investimentos de mais de R$ 440 milhões.

BALANÇO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS


O Brasil mostra-se, cada vez mais, uma potência no setor de petróleo, gás e biocombustíveis. Estamos entre os maiores produtores e exportadores de petróleo do mundo e o MME segue estimulando a produção e diversificação da matriz energética por meio dos biocombustíveis. Assim, fomenta-se investimentos e o aproveitamento dos recursos.

Foram realizados, desde 2019, sete leilões nesse setor. Com isso, está prevista a criação de mais de 500 mil empregos ao longo dos contratos. No período, o MME também realizou o maior leilão de petróleo do mundo, que estava parado desde 2014. Esses cinco anos de inércia representaram uma perda para o País de R$ 100 bilhões em custo de oportunidade.

O governo do Presidente Jair Bolsonaro gerou também a maior transferência voluntária de recursos da história para estados e municípios: cerca de R$ 19 bilhões.

O MME aprovou a Nova Lei do Gás, que já aumentou a produção de gás natural em 17%. Graças à nova legislação, deverão ser criados 33 mil empregos.

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.